RESENHA: DIABOLICAL MESSIAH - Demonic Weapons Against the Sacred (2018)
26/07/2018 - 18h14 em Resenhas

 

 

DIABOLICAL MESSIAH - Demonic Weapons Against the Sacred

Label: HAMMER OF DAMNATION - Clique aqui para acessar o site 




HISTÓRICO

Originário da cidade de Rancagua, no Chile, a DIABOLICAL MESSIAH completará 20 anos de existência em 2019.

Atualmente formado por Caesar (vocal e baixo), Clavdio (guitarra), Pilatvs (bateria) e  Carcelero (guitarra), a banda lança, sete anos após o excelente "Satan Tottendemon Victory!!!" (2010), "Demonic Weapons Against the Sacred" pela gravadora HAMMER OF DAMNATION.

 

ANÁLISE

Para os que conhecem o poderio da DIABOLICAL MESSIAH, "Demonic Weapons Against the Sacred" não decepciona. Seus pouco mais de 25 minutos bombardeiam os incautos com o Death Metal como deve ser feito: Brutal, agressivo, sem piedade e totalmente voltado contra a sociedade decadente.

Mal digerimos "Unmerciful Campaign of Hate" (a primeira faixa) e já estamos na poderosa "Internal Defiant Discipline (que riffs!!!). E toda essa agressividade se faz parte nas demais faixas do disco.

Também merecem destaque "Carpophorus Bestiarius" (Uma das mais agressivas do disco - se isso é possível - essa faixa mostra como a DIABOLICAL MESSIAH consegue ser ainda mais extrema em menos de dois minutos - resista se puder!), "Necessary Morbid Pleasure" e a mais longa do álbum, "Evil Lord Triumphant".

Outro ponto de atenção vai para a arte desse álbum. Uma das capas mais fiéis à essência de um álbum!

Poucos discos conseguem retratar tão bem a destruição e o caos que o Death Metal exige como "Demonic Weapons Against the Sacred".

  

VEREDITO

"Demonic Weapons Against the Sacred" é, sem dúvidas, um dos discos mais brutais que passaram pelas trincheiras da Dark Radio.

Todos sabemos que o cenáro chileno é um dos mais respeitados do underground mundial. E a DIABOLICAL MESSIAH não é um dos nomes mais representativos desse cenário por acaso. 

Material indicado apenas para Die Hard Fans!

Se a época áurea do Death Metal te deixa saudades, este disco é obrigatório para você.

 

ATENÇÃO

A última faixa do álbum, "The Return of Quintrala", faz parte do tributo à BLOODY CROSS.

Pra quem não conhece, essa é considerada a primeira banda de Black Metal do Chile.

Excelente maneira de encerrar este perfeito álbum!

 

(Daniel Aghehost)

 

 

 

Track-List

 

01. Unmerciful Campaign of Hate

02. Internal Defiant Discipline

03. Lord Carpophorus

04. Christians Cowardly Invaders

05. Dominant Wrath of Enemies

06. Necessary Morbid Pleasure

07. Chaos in the Infernal Battle

08. Evil Lord Triumphant

09. Satanic Shadows of Fight

10. The Return of Quintrala

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!